Enfermeiros

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Enfermeiros

Mensagem por Bruno01 em Qui Nov 24, 2011 5:24 pm

Todos os dias, uma boa porção de campistas se ferem em batalhas, missões e etc. E os enfermeiros tem o papel de curá-los, com todos os recursos. No acampamento, existe todo os tipos de rémedios existente no mundo mortal e imortal, e só os campistas de extrema confiança tem passe para alguns remédios. Nem todos podem ser enfermeiros. Os filhos de Apolo são os líderes, e sempre são os mais procurados.

Recompensas: até 300 Xp e até 250 dracmas
avatar
Bruno01

Mensagens : 111
Data de inscrição : 26/07/2011
Idade : 21

Ficha do personagem
HP:
9999999/9999999  (9999999/9999999)
MP:
9999999/9999999  (9999999/9999999)
Level: Unlimited

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Enfermeiros

Mensagem por Paulo Moura Labarete em Seg Ago 27, 2012 8:00 pm


Bom, eu não sou um filho de Apolo, mas posso tentar... Bom, eu li algumas vezes os manuais que haviam lá, e isso me fui útil depois da minha missão junto com a Sam contra uma fênix. Chegamos lá acabados, e eu fui logo resolver nossos problemas. Ela parecia um pouco pior que eu, então tratei dela primeiro. Ela parecia um tanto quanto queimada, e achei muito perigoso arriscar dar Ambrosia ou Néctar para ela, não sabia até que dose ela poderia aguentar. Então fui pegar os remédio de queimadura. Umas plantas, parecia. Amassei elas e joguei na água de rio. Fervi elas como mandava o manual e esperei esfriar, enquanto colocava uma faixa em volta do braço dela. Tinha uma ferida em grande lá. Quando esfriaram, eu coloquei nas queimaduras e pus uma toalha por cima. Enquanto ela esperava, eu fiz o mesmo comigo, afinal Fênixes dão queimaduras bem fortes... Ficamos conversando e lembrando da nossa luta. Quando terminamos, saímos de lá rindo, prontos para mais uma missão.


Atena: 400 XP e 200 Dracmas
avatar
Paulo Moura Labarete
Filho(a) de Hades
Filho(a) de Hades

Mensagens : 96
Data de inscrição : 05/08/2012
Idade : 18
Localização : Onde você menos espera

Ficha do personagem
HP:
172/172  (172/172)
MP:
211/211  (211/211)
Level: 12

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Enfermeiros

Mensagem por Alessandra Seixas em Sab Set 01, 2012 3:57 pm

Depois que voltei da tropa de resgate decidi ajudar a enfermaria do acampamento, já que tantos campistas se ferem todos os dias em treinamentos, missões ,trabalhos ou ate mesmo brigas. E por infelicidade não temos campistas disponíveis para atender a todos.
Chegando na enfermaria onde um filho de Apolo andava de uma lado para o outro cuidando dos feridos que estavam deitados nas camas ou sentados cadeiras de atendimentos ,quando ele notou minha presencia na enfermaria veio falar comigo :
-Olá ,meu nome e marcos sou filho de Apolo e diretor e administrador dos enfermeiros ,O que posso ajudar ?
Sorri para o Filho de Apolo e falei educadamente
-A não estou ferida ou coisa no gênero. Vim aqui para me oferecer para a vaga de enfermeira ,embora eu não seja filha de Apolo posso ser bastante útil aqui . Leio bastante e sei bastante sobre mentados curativos naturais e sei administrar bem a quantidade necessária de Néctar e a ambrósia.
Marcos Sorrio para mim com o sorriso Colgate e coçou a cabeça num modo pensativo e disse ;
-Bem que nós estamos precisando de ajuda aqui ,você será bem vinda aqui a.....Qual e seu nome mesmo ?
Dei uma leve risada por causa que esqueci totalmente de me apresentar;
-Meu nome e Alessandra Filha de Atena. Prazer em Conhece-lo Marcos –Falei oferecendo minha mão para o cumprimentai-o
Ele me cumprimentou numa forma educada e falou
-ok,Alessandra você no turno da manha comigo (ou seja agora ),para eu ver como você se sai com os pacientes e depois combinamos seus horários certinho ok ?
-Claro – eu disse
-ótimo ,que tal você começar hoje atendendo os campistas sentados nas cadeiras ? São só cortes leves ,torções ,uma queimadura leve e um nariz sangrando ....Se tiver qualquer duvida não existem de vir ate mim .
Antes de sair para cuidar dos casos mais graves que são normalmente campistas deitados nas camas ,me deu um leve sorriso e me desejou boa sorte .
Fui em direção aos campistas que estavam sentados em cadeiras ,no caminho peguei tudo que eu achava que iria precisar (água ,néctar, ambrósia, gaze curativo, panos , fitas , soro fisiológico etc. ) e puis tudo em um carinho de correr.
Parei na primeira cadeira onde tinha um garoto de 13 anos de olhos azul que tinha uma cara rígida mais presumo que seja por causa da dor, vi que o menino estava segurando protetoramente o pulso, não precisei falar nada pois ele estendeu o pulso para mim .
E com o maior cuidado o peguei tentando não causar uma dor desnecessária para o garoto. Comecei a analisar seu pulso que estava levemente inchado nos ossos carpais (radio) onde ouve uma luxação. (Uma luxação é o deslocamento repentino de um osso ou articulação).
-Você teve uma luxação no pulso irei por no lugar e imobilizar .Você não poderá fazer nenhum treinamento por hoje ok?
O menino concordou com a cabeça ,puis meus dedos entre o radio e o cúbito para forçar o osso para o lugar e falei ;
-Vou endireitar ele no 3 ok ? 1....2...
Endireitei no 2 fazendo com que o menino solte um gemido de dor ,depois peguei uma tela puis no pulso dele e enrolei com gaze curativo e perdendo com a fita ,Quando terminei o curativo peguei um pequeno pedaço de ambrosia e o dei a ele e falei
-isso e o suficiente para melhorar seu pulso .não faça movimentos extravagantes que amanha de manha já estará totalmente curado .
O menino sorri sentindo menos dor e falou ;
-Obrigada .
E foi embora, não perdi muito tempo e logo passei para meu próximo “paciente “ que era uma menina com um corte da cabeça ,não era profundo limpei o ferimento com água e soro fisiológico e passei uma pomada feita na base de Néctar(criação dos filhos de Apolo ) em torno no corte que logo se curou e a menina foi embora .
O próximo paciente era uma criança de 10 anos que tinha a queimadura da mão e estava acompanhada pelo seu irmão que reconheci que era filho de Hermes ...logo deduzi que a criança se queimou roubando algo .Passei agua na queimadura limpando o machucado e dei 1/3 de néctar para ela tomar o que fez a queimadura melhor . Quando os filhos de Hermes estavam indo embora tentarão roubar a pomada feita na base de Néctar mais eu os peguei e prometi se eles não fossem embora ia fazer eles ficarem com furúnculos por 1 semana na cara ....bom isso deu resultado pois eles sairão correndo da enfermaria.
Assim passei minha manha toda na enfermaria cuidando dos campistas feridos que chagavam com cortes ,queimadura, torções ,nariz sangrando e etc .
Quando estava indo embora Marcos me chama e diz
-Você foi muita bem hoje Alessandra Parabéns ! Se continuar assim vai se tornar uma grande curandeira como os filhos de Apolo e poderá me ajudar com os casos mas graves daqui .
Fiquei muito feliz pelo elogio e fui para meu chalé para tomar um banho para começar meus treinamentos de hoje .

Atena: 500 XP e 1000 Dracmas










_________________


Razz Alessandra Seixas Filha de Atena E chefe da tropa de resgate Surprised
avatar
Alessandra Seixas
Filho(a) de Atena
Filho(a) de Atena

Mensagens : 122
Data de inscrição : 13/10/2011
Idade : 21
Localização : minha casa

Ficha do personagem
HP:
170/170  (170/170)
MP:
160/160  (160/160)
Level: 10

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Enfermeiros

Mensagem por Luki Seixas em Sab Set 15, 2012 1:09 am

Eu tinha chegado lá na enfermaria e em duas camas de pacientes , haviam 3 pessoas lá; 2 garotos com ferimentos de facas 1 com 10 e outro com 12 e 1 garota de 16 anos com a perna literalmente estraçalhada , mais um florete na perna dela , resolvi atender primeiro a garota , pois se não cuidasse daquilo ela morreria , e ela não gritava , só pressionava a perna que tinha tiros , peguei o serrote e disse pra ela;
-Lamento , mais terá de ser assim
E cortei a perna dela , ela nem urrou , ai eu plantei a perna mecanica e ela ficou melhor , e saiu satisfeita com a perna nova , mais triste pela perna perdida
Ai fui atender os dois garotos , e eles disseram;
-Você não é muito novo pra isso ?
Ai eu disse;
-Eu sei , mais vamos acabar logo com isso
Ai eu peguei o alcool e passei num algodão e dei um banho no garoto mais novo , e passei band-aid e umas faixas em alguns lugares com ferimentos grandes , ai fiz o mesmo com o mais velho e eles sairam satisfeitos e cheios de curativos.
Ai fui até o escritorio pegar meu pagamento e uma audiencia com apolo pra ele fazer uma perna nova pra a garota ou com hefesto pra fazer uma perna mecanica mais realista

Apolo: 300XP, 250Dracmas.
avatar
Luki Seixas
Filho de Quione
Filho de Quione

Mensagens : 51
Data de inscrição : 11/09/2012
Idade : 16

Ficha do personagem
HP:
126/126  (126/126)
MP:
134/134  (134/134)
Level: 6

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Enfermeiros

Mensagem por Luki Seixas em Sab Set 22, 2012 2:06 am

Cheguei com o objetivo de ganhar mais XP e dracmas , então iria ficar pouco tempo.
As 7 da manhã ja estava de pé e totalmente preparado , pra poder ir ajudar na caça a bandeira , sai do chalé de Quione , fui na enfermaria peguei meu kit de nectar e ambrosia e sai da enfermaria , como hoje seria dia de caça a bandeira teria muitos feridos alem disso não gostava ou melhor não gosto de machucar as pessoas por isso não participo.
Então la fui eu no palanque com uma casa em cima de vigia com a caixinha nas minhas mãos , e me sentei em uma cadeira que tinha ao meu lado do lado de dentro da porta ai quando minha bunda reencostou na cadeira , notei que uma filha de Afrodite já tinha se ferido , -Fraca - pensei , deixei ela numa cadeira que havia ao lado e peguei um pouco de minha ambrosia e dei pra ela , e ai enfaixei ela mais quando ela se levantou pra voltar a guerra eu falei:
-Você está fora , Lamento.
Ela ficou chorando e reclamando , dizendo que eu era um inutil , mais não liguei , continuei com meu trabalho.
Ai fui ver o resto da sala , com muitas camas de hospital , algumas cadeiras de bar azuis e lajotas de banheiro do chão ao teto , perfeito pra espirrar sangue por ai , e com uma porta tambem azul e um par de janelas perto das mesmas.
Ai surgiu um garoto , da mesma idade que eu , quando uma multidão de enfermeiros se entorelhou pra ver , eu disse:
-Calma , enfermeiro passando , deixem comigo.
Ja pegando meu kit de nectar , e vi Thiago ali , inconsciente , pedi ajuda de 2 garotos de 15 anos tambem enfermeiros levarem ele até uma cama que tinha ali perto , e peguei um canudinho , mais uma garrafa de nectar e pus um pouco num copo , que ai depois peguei um canudinho e botei na boca de thiago e o copo , Ai peguei um lenço e molhei com uma agua gelada , e após isso pus as roupas da enfermaria nele e já fui cuidar dos outros e chegou um garoto que ficou cego por causa de areia nos olhos dizendo:
-SOCORRO MEUS OLHOS ESTÃO ARDENDO !
Fui correndo até a pia e peguei um lenço do meu kit e botei embaixo da agua, deixei a cabeça dele olhando pra o chão e botei o lenço em cima ai em 3 min ele ja tava enxergando as coisas, e eu disse
-Está fora da competição lamento.
E ele falou:
-Que pena
Ai vi uma guria que tinha torcido o braço , dei um puxão e enfiei numa tala e ela soltou algumas lagrimas e eu disse:
-Fora da competição
e pus ambrosia na boca dela logo depois fui ver thiago , que eu botei a vestir um desses vestidos de hospital , e sem tirar a roupa intima , ele parecia estar acordado mais com dor de cabeça , e ai eu peguei um chá de maça pra ele e eu disse:
-Como voce ficou assim ?
E ele disse:
-Não sei , só me lembro daquele filho de demeter musculoso chamado Turvo chegar com uma maça e bater na minha cabeça , ai tudo ficou preto e agora voce está na minha frente.
E ele bebeu o chá, logo depois ja estava melhor e a caça acabado , ai fui almoçar por que estava morto de fome e era 11:15

Ártemis- 650 XP e 2000 dracmas
avatar
Luki Seixas
Filho de Quione
Filho de Quione

Mensagens : 51
Data de inscrição : 11/09/2012
Idade : 16

Ficha do personagem
HP:
126/126  (126/126)
MP:
134/134  (134/134)
Level: 6

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Enfermeiros

Mensagem por Luki Seixas em Sab Set 22, 2012 4:19 pm

Eu sai do chalé de Quione e levei meu Kit de Enfermagem junto na enfermaria , fui até ela , era uma casa com a estrutura literalmente quadrada , 1 janela em cada parede e 1 unica porta , uma faixa branca na parte de baixo que estendia até o meio , ai ficava verde até chegar no teto , que tinha lajotas vermelhas e eu entrei na enfermaria e vi o Doutor Paulo lá na enfermaria , e preocupado , no balcão que tinha na frente , com 1 computador e 1 flor com a enfermaria movimentada , havia 3 camas de hospital de um lado e do outro estava com cadeiras de plastico, tudo com muita higiene e as enfermeiras e enfermeiros indo pra cima e pra baixo , estava muito movimentada la as pessoas andando em lajotas medicando os doentes ai cheguei no doutor paulo e disse:
-Doutor Paulo , qual o por que de estar tão aflito ?
E o Paulo disse com uma voz de desespeiro:
-Luki , prescisava de sua ajuda , Ale está em missão então presciso de sua habilidade pra uma coisa.
Bem , a minha habilidade de combate era a unica que ele estava falando , por que não sou muito habilidoso na enfermaria ,e ale me ensinou a defender com a Adaga , mais não podia enche-lo de perguntas afinal , meu chefe poderia ficar mais irritado e me demitir , e então eu falei:
-Chefe , o que o senhor precisa , qualquer coisa só pedir
E ele falou:
-Preciso que você vá a um hospital lá em New York medicar um garoto atacado por Ma Gasket , meta ambrosia nele
E eu perguntei:
-Qual hospital ?
Ele respondeu que o carro me levaria até lá e me deu 1 papel e 1 crachá , dizendo que o crachá era a permissão pra eu sair e o papel era o endereço e ele empurrou pra fora ,
Eu suspirei e acariciei o cabo da minha adaga envenenada e fui pra os limites do acampamento , quando um vigia , monstro de argos ia me pegar eu mostrei a identificação para sair e ele me deu licença , ai eu fui até a uma estrada que olhei pra um lado , não havia nada , só mais estrada de mão dupla e uma faixa de proibido passar , e mato ao redor , olhei para o outro e vi um taxi da antiga nova york e tinha 3 velhinhas dentro , e eu fui até o taxi e entrei , e 1 perguntou:
-Você é o filho de Quione da enfermaria ?
E eu falei:
-Sim sou
Eu ja pensei que não deveria ficar muito desacordado , e não estava muito pra saber qual é qual , aquele deveria ser o taxi das gorgonas , então apoiei meu cotovelo na porta e adimirei a paisagem e a mesma gorgona disse:
-Tá bom , vamos te levar ao hospital , a viagem já está paga
E o taxi foi a mil por hora , até quase tombei e quando pisquei denovo já estava na frente de um hospital , agradeci as gorgonas e desci , ja com medo de outro passeio.
Quando desci achei um hospital mediano no meio do suburbio , não queria demorar muito , então só entrei , peguei o papel e estava escrito:
Quarto:432 Paciente: Levis , Doença: Coma/Imobilizado
Eu dobrei o papel e pus no meu bolso e entrei no elevador , com minha caixinha de 1as socorros cheia de nectar e ambrosia na mão
E quando cheguei ao quarto andar eu vi que tinha um ciclope no corredor
Eles estão vigiando o andar
Pensei.
Ai quando o ciclope tinha passado e notei que não tinha ninguem por perto , saquei minha adaga e cortei a garganta dele ,e tapei pra não ser mostrado , revistei ele e achei uma pistola de dardos tranquilizantes carregada, cauculei que eles deixavam a pessoa dormindo até amanhã e o dardo tinha ponta de bronze celestial e pensei:
Perfeito
Ai eu tinha levantado a cabeça e vi outro ciclope tambem com aparencia de 15 anos como o outro , quando ele ia gritar eu corri até ele com a adaga na mão e tapei a boca dele , ai empurrei ele contra a parede e cortei a garganta dele tambem , e taquei em cima do ciclope morto , e ambos viraram pó.
Circulando mais um pouco pelo hospital vi dois ciclopes vigiando uma porta tambem com aparencia de 15 anos , ai eu me escondi com a pistola de dardos na mão , me escondi e esperei um pouco , e eles nem respiravam , só tavam com 2 lanças lá encarando a parede e pensei:
Só pode ser essa
E dei um gesto de virar com os pés e apontei a arma pra garganta deles com as duas mãos e atirei em um que logo caiu , o outro notou que o colega tinha caido e ai atirei no ultimo ciclope que caiu , ai fui correndo até a porta e arrombei
Quando arrombei vi uma Empousa indo desligar os equipamentos e com o barulho me viu , dei 3 tiros nela com os dardos e vi o garoto , ai logo depois taquei ambrosia nele , e deixei ele ali , como botei muita ambrosia em 3 minutos ele ja estava acordado , e os outros monstros virado pó então eu chamei ele pra sair dali comigo e nos dois saimos correndo pra fora pra ir pro acampamento.

Ártemis - 500 XP e 1500 dracmas
avatar
Luki Seixas
Filho de Quione
Filho de Quione

Mensagens : 51
Data de inscrição : 11/09/2012
Idade : 16

Ficha do personagem
HP:
126/126  (126/126)
MP:
134/134  (134/134)
Level: 6

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Enfermeiros

Mensagem por Alessandra Seixas em Qui Out 11, 2012 5:26 pm

Assim que a amanheceu os chalés antes silencioso começava a ganhar vida e som ,campistas de cada chalé fazia sua rotinas diárias para começar mais um dia no acampamento meio sangue . Eu fazia o mesmo junto com meus irmãos e irmãs (que tenho que admitir que são muitos ) . Nós preparamos para ir tomar nosso café ,e depois disso cada um de nós ia fazer as atividades agendadas pelo dia .
Depois de um café para repor as energias os campistas começaram a seguir para suas atividades, algum iam para a Arena treinar com suas espadas e escudos ou a arte do arco e fecha ,Outros optavam por começar por atividades menos extensas como o treino com cavalos ,treinamento com Pet ,Academia ou a parede de escalada. Os campistas que gostavam de uma bom desafio pela manha iam procurar monstros na floresta para praticar .
Todas as atividades são extremamente perigosas que podem trazer riscos para os campistas que praticam e por isso que a enfermaria do acampamento fica extremamente movimentada e lotada ,fazendo com que cada dia mais precise de campistas qualificados para atender a todos ,por esse motivo me candidatei a uma vaga que passei com sucesso ganhando assim a benção de Apolo podendo curar como seus filhos .
Hoje era minha vez de pegar o turno da enfermaria já que os outros estavam ocupados fazendo suas outras obrigações ,Encontrei a enfermaria já aberta ,assim que passei pela porta encontrei Paulo chefe das enfermaria (um filho do Deus do mortos e chefe da enfermaria O-o estranho ) assim que ele me viu ,como não perdia a chance de me aborrecer logo pegou o “sapato “ que dei a ele para me acertar na cara ,mais aparei o ataque rapidamente segurando o seu pulso e falei ;
-A Paulo chega dessa droga de sapato na minha cara !
Paulo ri da minha cara e guarda o sapato ,olha para mim ainda rindo e fala ;
-Você pode ficar aqui ate a hora do almoço ai eu assumo ok ? mudaram meu turno da fronteira para de manha então estou indo para lá .
-Pode deixar Bafo-de-cadáver! Boa Patrulha .
Quando Paulo foi embora comecei a cuidar da enfermaria para que assim quando chega-se algum campista ferido esteja tudo preparado para o atende-lo da melhor forma possível ,Fui ate as camas de repouso onde troques os lenções por um limpo ,assim que as camas estavam organizadas passei para a prateleiras de remédios onde e possível encontrar ,pomadas (base de néctar) para queimaduras e cortes ,Gaze hospitalar ,antivenenosa(remédio para veneno ),Ambrosia ,néctar, Anestesia ,soro ,vacinas ,e remédios em geral (comprimidos para dor, estomago, cólicas ,ferro ,cálcio etc ).
Remédios mais perigos são guardado em cofres onde só é permitido pegar quem tem extrema experiência ,eles são remédios que podem calçar estremo estragos se não aplicado corretamente (calmantes ,antibióticos ,antivírus, antipragas(pragas em geral ) ,Osseoporo (fazem ossos crescer ) soro de Néctar e Ambrósio .
Fui distraída da minha tarefa por vários pessoas apresados entrando na enfermaria ,como eu estava no fundo da enfermaria me permiti sair correndo para a entrada para ver o que se trata da correria ,assim que cheguei encontrei dois rapazes carregando um terceiro totalmente inconsciente para dentro da enfermaria ,olhando rapidamente percebi que o menino estava com vários cortes pelo corpo ,além de ter a vestimentas cobertas de sangue e lama. Fiquei preocupada com a situação do menino e com medo que seus ferimentos sejam tão graves que eu não poderia salva-lo .
Sem perder tempo pedi para os rapazes que o carregavam para por o menino ferido na cama ,assim que eles o fizerem peguei um tesoura e cortei as calça do rapaz ate a coxa fazendo assim os ferimentos antes escondidos ficarem a mostra . a pernas do menino estava com cortes com tamanhos variável assim também sua profundidade ,em volta desses cortes pude perceber um roxeado anormal ,temia que esses roxos era devido ao um veneno que atravessou os poros e esteja afetando as glândulas branca da pele .
Sabia que tinha que cuidar logo dele então pedi para os garotos ainda presente lá para trocar o menino pondo aquele roupas de hospital enquanto eu iria pegar os remédios mesários ,quando voltei encontrei o menino já trocado comecei a trabalhar nele , limpei os cortes com néctar e depois saturei os corte mais profundos depois que o corte das pernas estavam cuidados dei uma injeção de antivenenoso para combater o veneno .
Assim que terminei com as pernas do garoto passei a cuidar do tronco onde ele tinha um braço quebrado onde tive que imobilizar com gesso e cortes leves mais um pouco infecionados ,uma deslocação do ombro com a ajuda dois meninos em puis no lugar e 2 costelas quebradas imobilizei as costelas e sedei o menino para que não sentisse dor .
Depois disso deixei o menino dormindo tranquilo e sem dor e me virei para os meninos que o trouxeram e falei ;
-Ele terá que ficar aqui por um bom tempo ,mais ele ficará bem ...Hum vocês sabe o que ouve com ele ?
Uns dos rapazes falou
-hum eu e o João estavam fazendo uma patrulha no norte do acampamento quando vimos esse garoto lutando contra uma quimera ele depois de um ataque da quimera acabou ficando inconsciente então eu e o João terminamos com a quimera e trazemos ele para cá .
-por acaso vocês sabem o nome do menino ?
-não ,nunca vi ele pelo acampamento e olha que conheço quase todo mundo por aqui -disse o João .
Concordei com a cabeça pelo o que João falou ,pensando que aquele garoto devia ser um novato . Respirei profundamente e perguntei ;
-de quem vocês são filhos ?
-Eu sou filho de Dionísio -disse João
- eu sou filho de Démeter -disse o outro menino .
-prazer em conhecê-los João e haa qual é seu nome ?-perguntei ao filho de Demeter .
O filho de Demeter rio e falou
-meu nome é Carlos .
-ok Obrigada por me ajudarem com ele -disse sorrindo para eles .
-não tem de quer ,precisando e só chamar .-disse Carlos e João .
Depois disso Carlos e joão foram embora ,depois disso atendi vários casos como ,nariz sangrando ,torções ,queimaduras ,dor de estomago ,espinhos e algum desmaios por conta de espadas na Cabeça mais nada tão serio ,depois disso Paulo veio me substituir na enfermaria para que eu pode-se voltar para meu chalé e me preparar para minhas atividades do dia .
Apolo: 1800XP, 1800 Dracmas

_________________


Razz Alessandra Seixas Filha de Atena E chefe da tropa de resgate Surprised
avatar
Alessandra Seixas
Filho(a) de Atena
Filho(a) de Atena

Mensagens : 122
Data de inscrição : 13/10/2011
Idade : 21
Localização : minha casa

Ficha do personagem
HP:
170/170  (170/170)
MP:
160/160  (160/160)
Level: 10

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Enfermeiros

Mensagem por Trevor Lowder em Dom Abr 28, 2013 10:27 pm

Assim que o dia clareou, eu me pus a levantar da cama. Muitos dos jovens do chalé de Hermes ainda estavam dormindo, outros mexiam nos pertences de seus irmão. Não negava que eram filhos do Deus dos Ladrões.

Fiz minha Higiene pessoal, botei minhas vestimentas e segui para o pavilhão do refeitório.

( ... )

Após um bom café da manha, segui a Enfermaria. O caminho que percorri estava praticamente deserto. Lá que alguns momentos via campistas perambulando pelo acampamento. Pelo caminho, pensei, seria possível eu me destacar como enfermeiro ? nunca tinha ajudado uma pessoa antes. Mas agora era a hora, minha vida tinha mudado, não era mais a mesma, o passado se foi, e o futuro chegou. Ergui a cabeça, e pensei positivo, presumi que algo de boa iria acontecer naquele dia.

( ... )

Cheguei a enfermaria, e me apresentei para uma jovem que segurava uma caderneta. Ela parecia ocupada, pois apenas me dará oi já sairá para outro lugar. O local estava repleto de camas, algumas estavam ocupadas, aproximadamente umas 3 ... 4 estavam sendo utilizadas pelos campistas feridos.
Um deles começou a grunhir. Não sabia oque fazer, a moça que estava antes ali, sairá, e somente eu estava ali para ajudar.
Pus minha cabeça no lugar e segui para o garoto. Me sentei em uma cadeira ao seu lado. Era um menininho de apenas uns 12 anos. Botei minha mãe sobre sua cabeça, e logo percebi que este estava ardendo em febre. Fiquei preocupado, e para descontrair, comecei a fazer algumas perguntas:
- Qual seu nome garotinho ?
- Arrggghhh ! - o garoto começou a grunhir cada vez mais. Tinha que fazer algo.
Olhei para a escrivaninha ao meu lado, e vi um frasco prateado. Abri ele e botei uma gota em minha língua. O gosto era de minha comida favorita, Bife grelhado. Demorou para cair a ficha, mas então percebi que aquilo era Néctar ( Uma bebida dos deuses usada para fins de cura ).
Abri a boca do garoto, e o dei um gole. Sua pele do pescoço se movimenta rapidamente a cada gole que adentrava em sua garganta. Não dei muito, apenas umas 100Ml, pois não sabia se iria curá-lo ou piorá-lo. Mas quando retirei o frasco da boca do menino, a jovem que eu a vira anteriormente voltara para a enfermaria.
- Oque está dando pra ele ? - disse ela, me fitando como se fosse um lobo atrás de sua presa.
- Só deu um pouco de néctar. Esse garoto está ardendo de febre. - respondi a garota, que agora vinha na minha direção.
- Bem, obrigada, mas não se preocupe, daqui a pouco os outros enfermeiros chegaram e tudo ficara sob controle.
- Ta bem ! - mas antes de me levantar, pus minha mão sobre a cabeça do garoto. Agora, já não estava mais com tanta febre. Assim pude sair da enfermaria sem preocupações com aquele garoto.

_____________
Deméter: 300 XP e 250 dracmas :3

_________________
Seja lá o que você fizer, seja bom nisso !
avatar
Trevor Lowder
Filho(a) de Poseidon
Filho(a) de Poseidon

Mensagens : 19
Data de inscrição : 28/04/2013
Idade : 20
Localização : Camp Half-Blood

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
MP:
100/100  (100/100)
Level: 3

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Enfermeiros

Mensagem por Trevor Lowder em Qui Maio 02, 2013 10:51 am

A noite calada do acampamento meio-sangue predominava o lugar. Muitos campistas já haviam ido para seus respectivos chalés, outros estavam ao redor da fogueira cantando algumas músicas de tradição. E alguns bobões ( Sátiros ), estavam correndo atrás das ninfas.
Já estava cansado, havia acabado de treinar com meu novo tridente, após ser proclamado filho de Poseidon, ainda não tinha obtido toda a experiência necessária para usá-lo. Não havia mais nada para fazer em relação as minhas atividades pessoais, e então fui analisar como estava indo as coisas na enfermaria.
Subi os pequenos degraus e adentrei no local.

Um jovem, aproximadamente 13 ... 14 anos havia se ferido, estava com um corte grave na coxa esquerda. Um outro rapaz, da mesma idade, estava ao lado do ferido.

Me aproximei de ambos e perguntei oque havia acontecido.

- A gente tava treinando com as espadas, mas sem a proteção, só que eu sem querer me descontrolei e raspei a lâmina na coxa dele ! - exclamou o menino ao lado do ferido.

- Ta bem, e alguém já esta cuidando dele ? - perguntei.

- Aquela moça ... - apontou o garoto para uma jovem que estava na enfermaria. - Disse que já ia nos atender pois hoje tem poucos enfermeiros e ela é a unica por enquanto.


Pensei um pouco e decidi, eu mesmo vou cuidar do rapaz !

- O.k, vou cuidar de você ! - falei.

Peguei um pouco de Ambrosia e dei ao garoto, disse para o amigo dele ficar conversando um pouco com ele, para que ficasse distraído enquanto eu fazia os curativos.

Peguei um pouco de água oxigenada e botei no corte:

- Agora, vai arde um pouquinho !

E então botei. O garoto grunhiu um pouco, mas sabia que era para o seu bem.

Peguei então, uma agulha e uma linha preta ( Sei lá o nome ), e comecei a costurar o corte do garoto.

E, para finalizar, botei uma faixa a volta da perna dele.

- Pronto, agora você descansa, e amanhã volta pra gente refaze o curativo, ta beleza ? - falei.

- Ta o.k, mas eu posso tomar um banho ? - falou o garoto, rindo.

- Sim, mas só bota uma sacola plástica a volta do curativo pra ele não desgrudar da perna.

E foi então que o garoto assentiu, e foi embora, mas agora com a perna curada. Quanto a mim, lavei ambas as mãos, e me dirigi ao meu chalé, para tirar uma boa noite de sono !


Deméter: 300 XP e 250 dracmas /(>.<)'

_________________
Seja lá o que você fizer, seja bom nisso !
avatar
Trevor Lowder
Filho(a) de Poseidon
Filho(a) de Poseidon

Mensagens : 19
Data de inscrição : 28/04/2013
Idade : 20
Localização : Camp Half-Blood

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
MP:
100/100  (100/100)
Level: 3

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Enfermeiros

Mensagem por Trevor Lowder em Qui Maio 02, 2013 8:01 pm

Meu objetivo era conseguir Dracmas e Xp.

Havia terminado de tomar meu café da manhã, e me dirigi a Enfermaria, levando junto comigo um pequeno Kit farmacêutico que eu pegara na enfermaria na noite passada.

( ... )

Cheguei no local, e haviam dois pacientes, já estavam sendo atendidos, mas um problema ocorrera !

- Onde está o néctar ? - gritou uma garota, tinha aproximadamente uns 15 anos. Era enfermeira do acampamento.

- Eu havia trazido ontem a noite ! - Berrou mais alto outra, parecia ter a mesma idade da outra. Foi então que cairá a ficha, eu havia pegado o néctar de ambrosia ontem a noite e posto no meu Kit, entretanto, eu não sabia que eles não tinham mais guardado.


Me dirigi a ambas as garotas, e retirar o frasco de néctar de meu Kit, e dei a uma das garotas.

- Me desculpa, pensei que vocês tinham mais guardado ! - falei, com cabeça baixa.

A garota retirou rapidamente da minha mão e deu um pouco para ambos os pacientes. Ela estava fazendo o curativo em um dos garotos, mas percebi algo de errado. Um deles estava com a perna cortada, mas não um corte simples, o corte deveria ter uns 2cm de largura !

Não aguentei e exclamei.

- Desculpa, mas ele precisa de alguns pontos !

A garota se revirou para mim e falou, brava.

- Não me diga oque devo fazer.

Quando ela falou isso, não me contive, levantei ela pela gola da blusa e gritei:

- Se for pra tratar os outros com total ignorância, é mais fácil ficar dormindo no seu chalé. - eu estava completamente descontrolado. Sentei no banco ao qual a garota estava, e agora começara a fazer o curativa corretamente, botando água oxigenada, alguns pontos, e depois pus a faixa.

( ... )

- Obrigada ! - disse o paciente, saindo da enfermaria.

Me virei para a garota e segui em direção a ela.

- Me desculpa por ter ficado meio ... estérico, e mais uma coisa, o motivo do néctar não estar aqui é por que eu o pegara ontem a noite. - disse, entregando o frasco a ela.

- Não se desculpe, eu agi errado, mesmo você tendo pegado sem avisar ! - exclamou ela, estendendo sua mão direita, e apertando a minha.

Após isso, Cuidei de mais uns 3 ... 4 adolescentes, e fui embora.


Hera: 150 XP e 100 dracmas

_________________
Seja lá o que você fizer, seja bom nisso !
avatar
Trevor Lowder
Filho(a) de Poseidon
Filho(a) de Poseidon

Mensagens : 19
Data de inscrição : 28/04/2013
Idade : 20
Localização : Camp Half-Blood

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
MP:
100/100  (100/100)
Level: 3

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Enfermeiros

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum