Área de treinamento avançado lvl 10+

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Área de treinamento avançado lvl 10+

Mensagem por Hefesto em Sab Set 22, 2012 9:08 am

Aqui o campista com mais experiências poderá travar verdadeiras batalhas, que poderão lhe custar a vida. Este CT dará não só experiência mas também dracmas, pode ser usado 1 vez por dia.

Um lugar amplo, nas fronteiras do acampamento, aqui os autônomos são todos elementais, se um campista for fraco contra fogo ele se tornará elemento fogo. Eles tem inteligência artificial muito aumentada e vida extra também. Alguns com mais de 3 metros de altura, outros com 1 metro mas muito velozes.

Se você tiver coragem aventure-se aqui, e cuidado para não morrer.


PS¹: Os treinos aqui devem ser sérios, treinos que não se adequam ao padrão do tópico serão avaliados com 0 XP;
PS²: TODOS os campistas com level menor que 10 perderão sua vida no treino e irão para o tártaro.

_________________
Hefesto - Deus da tecnologia, dos ferreiros, artesãos, escultores, metais, metalurgia, fogo e dos vulcões

avatar
Hefesto
Deus Olimpiano
Deus Olimpiano

Mensagens : 123
Data de inscrição : 31/07/2011
Idade : 24
Localização : Atrás de você!

Ficha do personagem
HP:
99999/99999  (99999/99999)
MP:
99999/99999  (99999/99999)
Level: infinito

Voltar ao Topo Ir em baixo

Área de treinamento avançado lvl 10+

Mensagem por Bruno em Sab Dez 08, 2012 11:19 pm

Treino com Autômato


Era um dia incrivelmente calmo, em comparação a maioria dos outros dias no acampamento, o que me irritou muito estava tão calmo que fiquei entediado.Então tive a ideia brilhante de arriscar minha vida na nova arena de treino reservada para os campistas veteranos, o que já dava pra encarar como devia ser difícil.Eram 4:00 horas da tarde quando saio do meu chalé apenas com minha espada gélida dupla,meu tridente abençoado e minha coragem que era visivelmente ridícula, levando em consideração que eu estava tremendo de nervosismo.

O local de treino era bem próximo ás fronteiras mágicas do acampamento.Assim que chego lá me posiciono esperando qualquer movimento ou algo, eu não tinha ideia do que esperar, já que eu fora o primeiro idiota a treinar no lugar.Invoco minha armadura de Scorpius e me preparo reunindo toda a coragem que pude encontrar em mim.O lugar estava silencioso e a minha frente estava a entrada das florestas do acampamento, logo sinto meu desafio se aproximando.

A princípio eram somente sons indistintos, mas padronizados, que foram aumentando e aumentando até eu notar que eram passos e em maio as grandes árvores surgiu um grande automato coberto por raízes e plantas campestres, ele devia medir uns quatro metros de altura.Ele me fitou com os olhos vermelhos, parecia me analisar, como se calculasse meus movimentos.Eu não podia deixar aquilo durar muito de alguma forma eu tinha que acabar com aquele robô gigante, então fiz a primeira coisa que me veio a mente, criei uma onda de água do mar que acertou em cheio afim de lhe causar um curto, mas infelizmente meu plano foi um fracasso. Ele apenas se balançou e secou sua lataria como se nada tivesse acontecido, então eu percebi... as plantas estavam o protegendo de ataques aquáticos.Então fiz o que fui treinado para fazer, analisei com calma o adversário e tentei descobrir uma fraqueza na sua armadura. Uma coisa era óbvia um monstro daquele porte não tinha condições de ser tão rápido, o que seria uma vantagem e segundo seu porte parecia um de lutador, com muito peso acima da cintura ou seja seu tronco estava de certa forma estaria sob pressão por causa do peso dos braços e peito e aparentemente ele iria se adequar ao meu estilo de elemento ou seja água já que sou filho de Poseidon.Então rapidamente trasso meu plano.

O monstro investe até mim correndo e dá um gancho para baixo, que teria me esmagado contra o chão se eu não tivesse rolado no ultimo momento, um pouco de areia subiu criando uma pequena e rápida distração, saio da minha pequena nuvem de poeira e invisto em direção ao monstro, ao escutar um som parecido com um engatilhar de uma arma eu faço um zig zag a tempo de desviar de uma saraiva de espinhos, eu tiro meu tridente abençoado e uso minha mente para controlá-lo rapidamente em direção ao olho do robô, perfurando o olho esquerdo que piscou como um farol falhando e depois se apagou.Enquanto isso eu saltei sobre a perna direita do monstro e desferi uma sequência de golpes com minha espada dupla gélida e a cada golpe uma camada de gelo se formava sobre o local atingido e por fim eu finquei a arma direto entre algumas engrenagens fazendo um talho que congelou a parte responsável pelo movimento do pé direito.

Mas meu sucesso foi momentâneo, pois fui surpreendido com um belo chute de canhota que me atirou 10 metros atrás, eu teria morrido se não fosse pela minha armadura de ouro que ficou um tanto amassada no choque.Minha cabeça latejava e minha visão estava turva, quando minha vista clareou novamente vi um enorme tronco de árvore voando em minha direção.Meus movimentos foram lentos, mas foram o suficiente para sair do caminho da árvore.Quando fitei novamente o robô ele vinha correndo em minha direção, não tão rápido como antes mas ainda assim se eu fosse pego eu estaria morto.Tentei desesperadamente me mover mas não seria rápido o suficiente eu seria pego! Então tenho uma estranha ideia não parecia dar certo mas era tudo que eu tinha.Lanço uma camada fina de água num raio de 15 metros quadrados e logo em seguida a congelo formando uma pista de gelo, assim que o monstro pisou no gelo ele se desequilibrou e saiu deslisando em direção ao nada então manipulo o gelo próximo dele e o transformo num grande vergalhão de gelo que se fixa bem nas costas do robô que fica preso.

Caminho em direção ao monstro pacientemente enquanto eu o via se debater e soltar pequenas faíscas.Então evitando seus braços subo no peito do monstro e finco minha espada gélida direto no seu crânio que entra em curto fazendo fumegar a lataria do robô que jazia morto no chão.Desço do monstro e desfaço minha pista de patinação improvisada, somente naquele momento eu vi que estava realmente exausto, me dirigi cambaleando em direção ao meu chalé com a impressão que eu poderia hibernar por um éon.


Última edição por Bruno em Sab Dez 08, 2012 11:33 pm, editado 1 vez(es) (Razão : Correção de erros de português)
avatar
Bruno
Filho(a) de Poseidon
Filho(a) de Poseidon

Mensagens : 106
Data de inscrição : 22/07/2011
Idade : 20

Ficha do personagem
HP:
350/399  (350/399)
MP:
246/307  (246/307)
Level: 23

http://www.camp12.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Área de treinamento avançado lvl 10+

Mensagem por Artemis em Dom Dez 09, 2012 1:36 pm

Bruno escreveu:
Treino com Autômato


Era um dia incrivelmente calmo, em comparação a maioria dos outros dias no acampamento, o que me irritou muito estava tão calmo que fiquei entediado.Então tive a ideia brilhante de arriscar minha vida na nova arena de treino reservada para os campistas veteranos, o que já dava pra encarar como devia ser difícil.Eram 4:00 horas da tarde quando saio do meu chalé apenas com minha espada gélida dupla,meu tridente abençoado e minha coragem que era visivelmente ridícula, levando em consideração que eu estava tremendo de nervosismo.

O local de treino era bem próximo ás fronteiras mágicas do acampamento.Assim que chego lá me posiciono esperando qualquer movimento ou algo, eu não tinha ideia do que esperar, já que eu fora o primeiro idiota a treinar no lugar.Invoco minha armadura de Scorpius e me preparo reunindo toda a coragem que pude encontrar em mim.O lugar estava silencioso e a minha frente estava a entrada das florestas do acampamento, logo sinto meu desafio se aproximando.

A princípio eram somente sons indistintos, mas padronizados, que foram aumentando e aumentando até eu notar que eram passos e em maio as grandes árvores surgiu um grande automato coberto por raízes e plantas campestres, ele devia medir uns quatro metros de altura.Ele me fitou com os olhos vermelhos, parecia me analisar, como se calculasse meus movimentos.Eu não podia deixar aquilo durar muito de alguma forma eu tinha que acabar com aquele robô gigante, então fiz a primeira coisa que me veio a mente, criei uma onda de água do mar que acertou em cheio afim de lhe causar um curto, mas infelizmente meu plano foi um fracasso. Ele apenas se balançou e secou sua lataria como se nada tivesse acontecido, então eu percebi... as plantas estavam o protegendo de ataques aquáticos.Então fiz o que fui treinado para fazer, analisei com calma o adversário e tentei descobrir uma fraqueza na sua armadura. Uma coisa era óbvia um monstro daquele porte não tinha condições de ser tão rápido, o que seria uma vantagem e segundo seu porte parecia um de lutador, com muito peso acima da cintura ou seja seu tronco estava de certa forma estaria sob pressão por causa do peso dos braços e peito e aparentemente ele iria se adequar ao meu estilo de elemento ou seja água já que sou filho de Poseidon.Então rapidamente trasso meu plano.

O monstro investe até mim correndo e dá um gancho para baixo, que teria me esmagado contra o chão se eu não tivesse rolado no ultimo momento, um pouco de areia subiu criando uma pequena e rápida distração, saio da minha pequena nuvem de poeira e invisto em direção ao monstro, ao escutar um som parecido com um engatilhar de uma arma eu faço um zig zag a tempo de desviar de uma saraiva de espinhos, eu tiro meu tridente abençoado e uso minha mente para controlá-lo rapidamente em direção ao olho do robô, perfurando o olho esquerdo que piscou como um farol falhando e depois se apagou.Enquanto isso eu saltei sobre a perna direita do monstro e desferi uma sequência de golpes com minha espada dupla gélida e a cada golpe uma camada de gelo se formava sobre o local atingido e por fim eu finquei a arma direto entre algumas engrenagens fazendo um talho que congelou a parte responsável pelo movimento do pé direito.

Mas meu sucesso foi momentâneo, pois fui surpreendido com um belo chute de canhota que me atirou 10 metros atrás, eu teria morrido se não fosse pela minha armadura de ouro que ficou um tanto amassada no choque.Minha cabeça latejava e minha visão estava turva, quando minha vista clareou novamente vi um enorme tronco de árvore voando em minha direção.Meus movimentos foram lentos, mas foram o suficiente para sair do caminho da árvore.Quando fitei novamente o robô ele vinha correndo em minha direção, não tão rápido como antes mas ainda assim se eu fosse pego eu estaria morto.Tentei desesperadamente me mover mas não seria rápido o suficiente eu seria pego! Então tenho uma estranha ideia não parecia dar certo mas era tudo que eu tinha.Lanço uma camada fina de água num raio de 15 metros quadrados e logo em seguida a congelo formando uma pista de gelo, assim que o monstro pisou no gelo ele se desequilibrou e saiu deslisando em direção ao nada então manipulo o gelo próximo dele e o transformo num grande vergalhão de gelo que se fixa bem nas costas do robô que fica preso.

Caminho em direção ao monstro pacientemente enquanto eu o via se debater e soltar pequenas faíscas.Então evitando seus braços subo no peito do monstro e finco minha espada gélida direto no seu crânio que entra em curto fazendo fumegar a lataria do robô que jazia morto no chão.Desço do monstro e desfaço minha pista de patinação improvisada, somente naquele momento eu vi que estava realmente exausto, me dirigi cambaleando em direção ao meu chalé com a impressão que eu poderia hibernar por um éon.


Ártemis - Treino muito bom e cheio de aventura ....Foi bem legal também o fato de nem sempre você acerta . Parabéns
1.700 XP
2.500 dracmas

_________________



Ártemis Deusa da caça e da Lua  e  protetoras das Jovens e da vida selvagem  
avatar
Artemis
Deus Olimpiano
Deus Olimpiano

Mensagens : 113
Data de inscrição : 15/10/2011
Idade : 20
Localização : Sem localização definida

Ficha do personagem
HP:
0/0  (0/0)
MP:
0/0  (0/0)
Level:

Voltar ao Topo Ir em baixo

Área de Treinamento Avançado lvl 10+

Mensagem por Bruno em Ter Maio 28, 2013 11:44 pm

Treino com Ciclope do Norte


Era um dia ensolarado no acampamento meio sangue, ensolarado até demais; Devia estar fazendo uns 40° graus naquele dia. Aparentemente ninguém tava gostando daquele sol de rachar, exceto os filhos de apolo, que pareciam estar mais radiante naquele dia. Após alguns exercícios e treinos resolvi ir me refrescar, então fui para a praia do acampamento. Após um mergulho revigorante eu estava novo em folha, eu estava sentado na beira da praia observando o estreito de long island que era possível de ser visto dali. Quando eu estava pensando que o meu dia estava perfeito, um ciclope emergiu em meio ao mar.

-Hmmm eu sabia que tinha comida por aqui - disse ele lambendo os beiços - olá semideus, ou melhor, olá meu almoço.

- Errr, olá - disse tentando me manter calmo diante de um ciclope de 3 metros e meio, enquanto eu tentava me aproximar da minha mochila que era a bainha mágica das minhas armas, lá estavam minhas duas espadas e meu escudo.

- olha um servo da corte de Poseidon - falei ao ciclope que tinha uma estranha coloração azulada - o que traz alguém tão importante ao acampamento?

-Aaarrrgh - rugiu o ciclope azulado - eu não sirvo à Poseidon meu caro, aquele velho decrépito me abandonou na rua, assim como muitos outros. Agora meu lanchinho eu não quero mais conversar.


Então o ciclope investiu com uma velocidade que eu não tinha visto em nenhum ciclope que eu já havia enfrentado. Eu saltei em direção à minha bolsa e abri o zíper, nesse momento minhas armas saltaram para fora da bolsa, felizmente eu havia conseguido desviar do primeiro ataque, mas algo me dizia que aquele não era o potencial máximo daquele estranho ciclope. Friamente eu parei e analisei minha situação, todos os ciclopes que eu já enfrentei tinham algo em comum: eles eram lentos, burros e tinham muitos pontos cegos, mas obviamente aquele não era um ciclope qualquer. Ele era azul e tinha uma só orbita ao redor do olho também azul, ele não carregava qualquer arma e ele tinha seu cabelo longo e trançado e ele parecia ser mais inteligente que a maioria dos outros ciclopes

Me armei rapidamente, eu mantive minha espada gladius flamejante/elétrica na bainha, empunhei minha espada dupla na mão direita e meu escudo médio na mão esquerda, por fim invoquei minha armadura de ouro scorpius, que era extremamente leve e resistente. Tracei minha estratégia me baseando em experiencias com outros ciclopes.

Investi em Zig-Zag fazendo movimento aleatórios, todos os ciclopes tem uma dificuldade em acompanhar movimentos brucos e mudanças rápidas de movimento, de certa forma eles congelam. Quando eu estava prestes a atacar o ciclope algo me acertou nas pernas me fazendo tombar. Me levantei o mais rápido que pude pois eu sabia que não era seguro me manter ali caído no chão tão próximo ao meu inimigo. O ciclope gargalhou ao me ver confuso com o que havia acontecido.

- Hahaha! - gargalhou ele - você deve estar se perguntando o que te acertou, acho que isso pode te dar algumas respostas.

assim que ele terminou de falar as ondas aumentaram rapidamente, nos molhando os pés, em seguida um chicote de água surgiu em sua mão e ele começou a balançar sua arma ao redor do corpo.

- Você controla a água?! - perguntei assustado

- Filhote de deus, eu não sou um ciclope normal,e eu venho de uma pequena tribo no norte que recebeu esse dom, pouquíssimas pessoas sabem de nós, porque quando alguém presencia nossa habilidade, não sobrevive pra contar história.


Ele começou a movimentar suas mão freneticamente, em seguida o mar começou a se agitar e ao seu redor surgiram centenas de chicotes de água que planavam no ar e acertavam tudo ao meu redor. Eu consegui desviar dos dois primeiros que investiram contra mim, mas um terceiro surgiu rápido demais e me acetou no rosto me deixando desnorteado no chão. Me levantei colocando o escudo na frente do corpo, mas o impacto era muito forte, tanto que fazia meus tornozelos afundarem na areia, num momento em que eu estava quase conseguindo me manter ereto, um outro chicote surgiu e me deu uma rasteira. Assim que eu cai no chão os outros chicotes se focaram em mim e desceram juntos prontos para me acertar, mas felizmente eu consegui rolar para o lado desviando dos tentáculos que quase me mataram. Olhei para o ciclope que gargalhava de mim e naquele momento eu me enfureci. Sai correndo em investida direta ao ciclope, fazendo que com sua expressão de triunfo sumisse do rosto, lancei meu escudo direto no rosto dele, mas como eu pensei, um tentáculo desviou o escudo pra longe. Saquei minha outra espada elétrica e sai cortando o máximo de tentáculos que eu podia junto com minha espada dupla gélida, quando eu saltei para fincar minhas armas no peito daquele desgraçado, outros três tentáculos de água surgiram e me acertaram direto no peito.

- Háhahaha - gargalhou o ciclope - bem como deve se esperar de uma das proles de Poseidon, aquele verme decrépito não serve pra nada mesmo

Me levantei com um zumbido no ouvido e me sentido tonto e extremamente irritado, quem aquele bastardo achava que é? Ele não ia insultar meu pai daquela forma. Me levantei usando minha espada dupla como muleta.

- Cale a boca! - gritei - você não pode falar assim de meu pai!

- Olhe quem acordou, a bela adormecida. Você tá achando ruim? O que vai fazer à respeito?


Nesse momento senti uma forte pressão surgir de dentro de mim algo que percorria todo o meu corpo. O céu se escureceu, o sol foi coberto por grandes nuvens negras, mas o ciclope não pareceu perceber pois se mantinha caçoando de Poseidon. A temperatura do lugar começou a baixar rapidamente, ao tocar a ponta da minha espada gélida, onde havia um cristal de gelo , eu comecei a me sentir melhor; aparentemente eu estava absorvendo a energia do cristal. Quando eu senti que havia esvaziado o cristal eu gritei:

- Seu grande bunda mole! Tá se achando muito forte? vem aqui que eu vou chutar seu traseiro d'água

O ciclope pareceu muito ofendido pois não respondeu, mas ele voltou a mover seus braços com mais vigor e ira. Eu me mantive parado esperando, quando o ciclope investiu com todos os tentáculos de uma vez, eu liberei toda aquela energia que eu havia absorvido do cristal. Todos os tentáculos pararam no meio do ataque, justamente quando estavam prestes a me acertar. O tentáculos começaram a ganhar um tom branco que se estendeu por toda sua estrutura, de fato os tentáculos estavam congelando. O ciclope partiu de furioso para surpreso, eu continuei andando calmamente em linha reta em direção ao ciclope que tremia. Ele tentou me acertar unindo suas mãos e formando um martelo que romperia meu crânio se eu não tivesse constituído uma grossa camada de gelo sobre mim. Ao entrar em contado com o meu gelo o ciclope começou a ganhar uma camada branca sobre seu corpo. Começou pelas mãos que haviam tocado o gelo, se espalhou pelo braço e por fim cobriu todo o ciclope que havia congelado. Fiquei parado diante da minha mais nova estátua de gelo e por fim dei um chute circular onde seria seu peito fazendo-o partir ao meio e se estilhaçar na areia da praia. Ao ver que meu inimigo estava derrotado eu relaxei, mas ainda havia muita energia dentro de mim, então eu tive um ideia. Eu liberei todo o poder que havia dentro de mim, fazendo nevar no acampamento. Logo o acampamento meio sangue era uma ilha coberta de neve num meio do nada.

Abri minha mochila e puxei de lá uma camisa e dois agasalhos e me dirigi para meu chalé, certamente com aquele delicioso frio eu hibernaria durante um mês.


_______________________________________________________________________
Hera: Cara, muito bom. Serio... Darei 1000 XP e 1000 Dracmas pra vc :33

_________________
Olá Convidado sou Bruno filho e conselheiro do chalé de Poseidon, detentor da benção de Ares e Cavaleiro de ouro de atena da constelação de scorpius. Prazer em conhece-lo

avatar
Bruno
Filho(a) de Poseidon
Filho(a) de Poseidon

Mensagens : 106
Data de inscrição : 22/07/2011
Idade : 20

Ficha do personagem
HP:
350/399  (350/399)
MP:
246/307  (246/307)
Level: 23

http://www.camp12.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Área de treinamento avançado lvl 10+

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum